Veröffentlicht: 27.02.2018

Mineração física

O que significa o termo Mineração Física?

Mineração física – Para conseguir adentrar no mundo das criptomoedas de uma forma lucrativa, muitos usuários apoiam-se na mineração, a qual exige a presença de um hardware e um software para que as transações possam ser verificadas e armazenadas em blocos pela taxa de hash.

Isso significa que a taxa de hash verifica a transação através da rede e permite que essa transação possa ser processada. Esse processo é crucial quando os tokens são transferidos de um usuário para outro.

Uma abordagem mais recente no campo da mineração é a mineração física, na qual o provedor da mineração atua como negociante ao mesmo tempo. Isso significa que uma terceira parte, na forma de um centro de negociações, é contornado. Na mineração física, uma companhia oferece todo o hardware da mineração.

Isso é especialmente importante para garantir que os ganhos máximos possam ser alcançados na mineração dos tokens. Além disso, o provedor também oferece todo o software necessário para a mineração. Se o provedor também recompensa o minerador por usar o hardware e o software, isso é então chamado de mineração física.

Basicamente, todo o processo de mineração é oferecido como um serviço.

Quais são as vantagens da Mineração Física?

Como a mineração evita intermediários, ela também elimina comissões, que em caso contrário, precisa ser paga para terceiros. Essa é uma importante diferença em relação a mineração na nuvem, na qual intermediários estão ativamente envolvidos. Outra vantagem é o fator conveniência, o qual é garantido por essa abordagem.

Por uma taxa, um serviço compreensivo é ofertado. Entretanto, isso pode ser entendido como um tipo de risco de investimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *