Veröffentlicht: 30.03.2018

EOS Coin

O que é EOS?

EOS é uma plataforma de tecnologia blockchain que se concentra no uso de tokens EOS Coin. A EOS Coin foi lançada no verão passado, depois do sucesso da ICO. Hoje, o token tem uma capitalização de mercado de mais de US$ 4,500,000,000, tornando-se uma das 20 maiores criptomoedas pela capitalização de mercado.

A criptomoeda EOS é parecida com a Ethereum. Assim como a Ethereum, a criptomoeda EOS é uma plataforma de hospedagem de contrato inteligente. Foi projetada para projetos de código aberto e aplicativos descentralizados e visando o consumidor (DApps). O principal objetivo da EOS Coin é adquirir a quota de mercado da Ethereum e, ao mesmo tempo, promover um blockchain mais escalável e com melhor facilidade de uso para grandes empresas.

Em resumo, a EOS é uma nova versão da máquina virtual Ethereum. Ao contrário da máquina virtual, que funciona como uma espécie de supercomputador distribuído a nível global, a EOS é baseada na distribuição de sistemas de operação, nos quais os desenvolvedores podem criar aplicativos.

A plataforma foi criada pela equipe da Block.one.

Como a EOS funciona?

A EOS é uma plataforma na qual os desenvolvedores podem criar aplicativos descentralizados. Os titulares de tokens EOS podem executar o processo de mineração da EOS para financiar o desenvolvimento da rede EOS. Enquanto isso, os usuários podem participar de aplicativos EOS gratuitamente, sem ter que comprar tokens EOS.

Em vez de cobrar dos usuários uma taxa por ações na rede da EOS, o sistema EOS garante que a largura de banda, o poder de computação e a capacidade de armazenamento sejam alocados de forma proporcional à quantidade de mineração de EOS em uma aplicação.

Um fator importante da EOS é o algoritmo delegado de consenso baseado em prova de estaca (DPOS). Ele foi criado para atender aos requisitos de desempenho de aplicativos distribuídos no blockchain, o que inclui milhares de usuários.

O blockchain da EOS produz novos blocos a cada 3 segundos. Um produtor tem o direito de produzir um bloco a qualquer momento. Se o bloco não for produzido no horário agendado, ele será ignorado. Os blocos são produzidos em rodadas de 21 parcelas. No início de cada rodada, são selecionados 21 produtores de blocos únicos. Os primeiros 20 são selecionados automaticamente em cada rodada e o último produtor é selecionado na proporção do número de votos comparado aos demais produtores. Os produtores selecionados são movidos usando um número aleatório (pseudo-aleatório do tempo de bloco). Esta mistura garante que todos os Stake Miners mantenham uma conexão equilibrada com todos os outros mineradores.

Uma das vantagens do blockchain da EOS é que os produtores de blocos podem trabalhar juntos na produção dos blocos em vez de competir uns com os outros. Se houver um tronco, o consenso automaticamente muda para a cadeia mais longa.

A EOS também tem outra característica muito útil que se chama Transaction Proof of Stake (TaPoS) – ou Prova de participação na transação. O software da EOS exige que cada transação contenha o hash de um cabeçalho de bloco mais recente. Este hash impede que uma transação se repita nos troncos que não possuem bloqueio. O hash também sinaliza para a rede que um usuário específico encontra-se em uma localização particular.

O Livro Branco da EOS discute detalhes técnicos adicionais sobre a prova de participação na transação e as provas de participação delegada.

Funções da EOS

A EOS tem como destaque as seguintes funções:

Escalável: a EOS pode suportar milhares de aplicativos distribuídos em escala comercial. A execução paralela, comunicação assíncrona e outras funções aumentam a escalabilidade da plataforma. A EOS também pode separar a autenticação da execução.

Flexível: a EOS oferece permissões com base em funções generalizadas e a capacidade de reparar aplicativos corrompidos. Existe também uma plataforma de montagem que vem a ser uma opção flexível para desenvolvedores de aplicativos distribuídos.

Utilizável: a EOS possui um kit de ferramentas on-line para o desenvolvimento de interfaces com interfaces autodescritivas, bem como esquemas de banco de dados e de autorização declarativa.

Igualdade de oportunidades: os tokens EOS não têm preço predeterminado; o preço dos tokens é determinado pela demanda de mercado. Isso visa imitar a mineração sem oferecer vantagens injustas aos clientes mais notáveis. Para simplificar, é mais democrático.

Distribuição ampla: os tokens EOS são distribuídos por um período de 341 dias. Isso traz à comunidade tempo suficiente para se familiarizar com o projeto e participar da distribuição. Desde novembro de 2017, cerca de 560 milhões de EOS circulam com uma oferta total de 1 bilhão de EOS.

Quais problemas a EOS tenta solucionar?

Por que precisamos da EOS? Quais tipo de problemas a plataforma blockchain veio resolver? Inicialmente, o objetivo da EOS era criar um blockchain que pudesse ser usado para fins comerciais. Hoje, os principais blockchains, incluindo Bitcoin, Ethereum, BitShares e outros, são conhecidos por sua escalabilidade e durabilidade, mas também apresentam grandes problemas.

Esses blockchains podem suportar dezenas de milhares de transações por segundo (ou até mais). Entretanto, eles apresentam taxas elevadas e capacidade de computação limitada.

Para que a tecnologia blockchain seja usada sabiamente, a EOS deve realizar certas mudanças, incluindo o suporte para milhares de usuários:

“Empresas como Ebay, Uber, Airbnb e Facebook exigem uma tecnologia blockchain capaz de gerenciar dezenas de milhares de usuários ativos diariamente. Em alguns casos, essas aplicações só podem funcionar se atingirem uma massa crítica de usuários. Portanto, é fundamental para uma plataforma que lida com um grande número de usuários”.

Um problema com os blockchains de hoje é o fato de os usuários terem que pagar por serviços em determinadas plataformas. Os usuários de redes sociais não costumam pagar por tais serviços. Então, apenas algumas pessoas estão dispostas a pagar pelo acesso on-line a plataformas – independentemente se elas usam moedas fiat ou criptomoedas.

Quem está por trás da EOS?

O desenvolvimento do projeto EOS é dirigido pelo Block.one, que tem como líder o CEO Brendan Blumer. O CTO Daniel Larimer é conhecido por criar BitShares e Steem.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Weitere Artikel zum Thema

Aeon Coin

Xenon Coin

Vericoin

Safe Exchange Coin

No Limit Coin

Hyperstake Coin