Veröffentlicht: 25.02.2018

ASICs

O que são ASICs?

ASICs é o acrônimo para “”application-specific integrated circuit””, ou em português, circuitos integrados de aplicação específica (CIAEs). Basicamente, isso significa que os chips ou processadores do computador podem ser programados para um único propósito e, em conformidade, produzidos somente com o objetivo de preencher esse propósito específico.

Teoricamente, os ASICs podem ser produzidos com diferentes performances e velocidades, por exemplo, para minerar as criptomoedas.

ASICs e a mineração das criptomoedas

Muitas criptomoedas, como a Bitcoin, se apoiam nos usuários para ler as tarefas dos algoritmos através do uso da energia computacional dos seus computadores de casa. Isso cria novos blocos para a blockchain, assim gerando novas unidades de uma moeda. Esse processo é chamado de mineração.

Em um momento inicial, isso era possível com os computadores domésticos pois a complexidade das tarefas não era tão alta e elas podiam ser facilmente calculadas por um processador padrão. Contudo, os usuários das criptomoedas com mais recursos sempre tentaram minerar de forma mais rápida e eficiente.

Para isso, eles precisavam de uma rede de computadores capazes de resolver mais tarefas e receber um rendimento mais elevado de moedas recém-mineradas.

Isso foi primeiramente alcançado através de aprimoramentos nas placas de vídeo. Nesse momento, constatou-se que certos cálculos podiam ser resolvidos com eficiência pelos processadores gráficos. Entretanto, esse método logo se tornou pouco lucrativo e teve que ser atualizado novamente.

O nível seguinte foi o desenvolvimento de circuitos integrados de aplicação especifica para a mineração, os ASICs. Com isso, foram criados chips de computador cujo único propósito era liberar a informação exigida pelas tarefas da blockchain.

Atualmente, existem centenas de criptomoedas diferentes. Alguns algoritmos são programados especificamente de modo para não poderem ser minerados pelos ASICs, com o intuito de fornecer oportunidades iguais para todos os usuários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *