Veröffentlicht: 28.02.2018

SPV

SPV – Verificação Simplificada de Pagamento

A Verificação de Simplificada de Pagamento, SPV, é uma técnica descrita na obra de Satoshi Nakamoto. A SPV permite a um cliente de nó leve verificar se uma transação foi incluída no blockchain da bitcoin, sem precisar baixar todo o blockchain.

O cliente de SPV só precisa baixar os cabeçalhos dos blocos, que são muito menores do que os blocos inteiros. Para verificar se uma transação está em um bloco, um cliente de SPV solicita o comprovante de inclusão no formato de uma árvore de Merkle.

Os clientes de SPV oferecem mais segurança do que as carteiras web porque não precisam confiar nos servidores para enviar informações.

Operação

Atualmente existem duas opções principais de validação de blockchain: o modelo de nó completo e o uso de clientes de Verificação de Simplificada de Pagamento . Durante a verificação do nó completo, você valida o último bloco até o bloco de criação.

É basicamente impossível enganar um cliente com a verificação de nó completo, porque você precisa fornecer uma cadeia mais longa do que a cadeia disponível (em virtude do princípio de funcionamento do livro-razão, ele por definição será o mais longo).

Já no método alternativo de Verificação Simplificada de Pagamento, um cliente baixa somente todos os cabeçalhos do bloco no início e, em seguida, “vai solicitando as transações de nó completo conforme for necessário”.

Ao processar ou validar uma transação, o cliente de Verificação de Simplificada de Pagamento pode solicitar a árvore de Merkle para verificar se a transação realmente está em um bloco. Em seguida, o cliente de SPV pode tentar obter a profundidade do bloco como um substituto para a validade e a segurança das transações.

Embora o método de Verificação de Simplificada de Pagamento seja mais eficiente, ele não previne erros. Isso deve ser registrado no resultado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *