Postado em: 27. março 2018

Quais criptomoedas minerar

Quais criptomoedas minerar?

Quais criptomoedas minerar – as criptomoedas são unidades de moedas virtuais que estão se tornando cada vez mais populares como forma de pagamento. Fazer a escolha certa é necessário para minerar criptomoedas de modo lucrativo em 2018. Muitas novas criptomoedas apareceram recentemente.

Nos dias de hoje, não é mais necessário usar apenas a Bitcoin, mesmo que essa criptomoeda seja uma das mais populares e com um alto valor. É quase impossível de minerá-la sem o auxílio de equipamentos especiais.

Outro ponto a se considerar é como lidar com a mineração de múltiplos tipos de criptomoedas. Elas não são inacessíveis em seus preços solicitados e podem ser mineradas sem qualquer dificuldade particular. Mesmo com um computador normal, os esforços da mineração podem render resultados impressionantes.

Você pode também minerar Bitcoins no seu laptop, mas fazer isso atualmente é ineficiente e não-lucrativo. Com isso, é importante ter cuidado na escolha sobre a criptomoeda mais adequada.

Quais criptomoedas minerar – Quais criptomoedas oferecem a mineração? Faça a escolha correta

Não observe o preço atual de uma criptomoeda, e sim o quão fácil é minerá-la e quais são as suas projeções de lucro. Por exemplo, se ela aumenta de preço, ela será capaz de recuperar os investimentos gastos na sua extração.

Além disso, a escolha de uma criptomoeda e serviço de mineração depende também se é possível de retirar esses fundos.

Quais criptomoedas minerar – As melhores criptomoedas para a mineração

Todos estão interessados em formas simples porém lucrativas de se fazer mais dinheiro, mesmo que esse dinheiro seja em formato virtual. Contudo, se essas moedas podem ser negociadas por dinheiro de verdade, isso significa que um negócio real está para ser feito e precisa de uma atenção especial.

Essas moedas podem ser atribuídas para vários representantes virtuais. Esse artigo tem como objetivo desvendar as criptomoedas online mais promissoras da atualidade. Elas podem ser mineradas por praticamente qualquer aparelho, incluindo um computador convencional, desde que este seja provido de um processador com velocidade suficiente e as placas gráficas adequadas.

É importante lembrar que a escolha da placa gráficas é um aspecto vital, devido ao fato das placas de vídeo terem sido abandonadas durante a mineração da Bitcoin. Isso simplesmente se tornou caro demais.

Como resultado, o rendimento da mineração está praticamente perdido contra o fundo de gastos. Portanto, este artigo sublinha as alternativas mais promissoras que são benéficas para a mineração de criptomoedas planejadas em 2018.

Quais criptomoedas minerar? Confira uma seleção de criptomoedas populares

Ethereum: Essa criptomoeda ainda parece uma espécie de herdeira da Bitcoin, mas está crescendo incrivelmente rápido. No início de 2017, ela só custava US$ 40, e um ano depois já custava US$ 893. Mas a criptomoeda é instável e isso deve ser reconhecido.

Existem saltos inerentes nos preços, se ela custa US$ 800 hoje, o preço pode cair para US$ 600 ou US$ 700 amanhã. Assim sendo, você deve considerar se essa criptomoeda vale a pena antes de investir em sua mineração.

Lightcoin: Outra escolha bem interessante para mineração. O custo dessa criptomoeda não é tão alto a ponto de te deixar desconfortável, com uma média de £250 por moeda. A competição na mineração dessa criptomoeda é mínima, o que torna a sua mineração relativamente fácil.

Além disso, os especialistas dizem que a Lightcoin é a criptomoeda mais estável entre as disponíveis, e a sua taxa de câmbio está sujeita apenas a pequenas variações.

Dash: Essa é uma das opções mais recentes novas da lista, mas ela já recebeu bastante atenção. Os especialistas dizem que ela tem chance de crescer até a marca de milhares de dólares. Há alguns meses, o seu valor era de apenas US$ 11, mas atualmente já atingiu o impressionante patamar dos US$ 1.165.

Cada uma dessas criptomoedas pode ser descrita como a escolha mais lucrativa para a mineração, mas somente a prática minuciosa irá mostrar se esse é realmente o caso.

Quais criptomoedas minerar – Quais criptomoedas podem ser realmente mineradas?

Alguns irão dizer que a mineração em 2018 não é mais lucrativa e muitos concordarão com essa afirmação. Contudo, a validação disso depende da escolha da criptomoeda que você irá se focar. A mineração da Bitcoin certamente não é mais lucrativa, mas quais são as outras opções possíveis?

Procure o site “WhattoMine.com” para informações mais aprofundadas. Esse serviço é especialmente projetado para aqueles que trabalham na mineração. Ele permite que você calcule as criptomoedas mais lucrativas que você pode minerar com as suas placas gráficas e ASICs (em português, circuitos integrados de aplicação especifica).

Nessa página, seleciona quão tipo de hardware você está usando e então coloque as informações corretas em suas devidas lacunas. A performance do seu equipamento, incluindo a velocidade hash e o consumo de energia, também são informações essenciais que precisam ser ditas.

Ao terminar, clique “”Calculate”” e você terá todas as informações sobre quanto você pode ganhar ao minerar vários tipos de criptomoedas.

Quais criptomoedas minerar – O que minera as criptomoedas?

CPU (mineração no processador): Dada a complexidade atual, esse método não é mais lucrativo.

GPU (mineração nas placas gráficas): As desvantagens desse método são várias. O consumo de energia e o preço de um boa placa gráfica são caros, mas apesar dessas desvantagens, esse tipo de mineração é de longe uma das melhores atualmente.

Por exemplo, em comparação com os ASICs, você sempre pode vender as placas gráficas por um bom preço. Sempre existe uma demanda e no caso de danos, elas podem ser substituídas durante o seu período de garantia. As melhores placas gráficas para mineração são a GTX 1070 com 28 Mh/s, e algumas versões mais baratas como RX 470 e RX 480.

ASICs (em português, circuitos integrados de aplicação específica): Essas unidades foram desenvolvidas especialmente para a mineração de criptomoedas. Contudo, os altos custos e os riscos elevados são o lado negativo, além de serem difíceis de reparar em caso de danos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bots não podem votar

4.79 / 5 Estrelas
711 comentários para Coin-Report.net submetidos.