Postado em: 11. abril 2018

Ledger Nano S

Instruções sobre a Ledger Nano S – o hardware de carteira de forma simplificada

As criptomoedas estão se tornando cada vez mais populares e evoluindo continuamente. Como consequência, se manter atualizado nesse tema nem sempre é algo fácil, especialmente quando é preciso administrar diferentes tipos de criptomoedas.

Em adição as carteiras de papel e as carteiras de software, tem sido possível encontrar mais opções de hardware de carteira no mercado. Um modelo respeitado e bem conhecido dessa carteira é a Ledger Nano S, cujo uso é bem simples. Primeiro, é necessário configurá-la, etapa que será explicada a seguir nesse guia. Feito isso, é possível enviar, receber e armazenar criptomoedas de forma segura. A Ledger Nano S tem suporte para Bitcoin, Litecoin, Ethereum e para as chamadas Altcoins. Os fabricantes franceses da Ledger Nano S estão trabalhando constantemente em extensões de firmware para essa carteira digital. Essas atualizações irão servir para dar suporte a mais criptomoedas e ampliar a utilidade da Ledger Nano S futuramente.

Configurando a carteira antes de utilizá-la

Para configurar a Ledger Nano S, apenas um computador com um dos sistemas operacionais Windows, MacOS ou Linux é necessário. O site do fabricante lista detalhadamente quais são as etapas para configurar a carteira digital. O endereço dessa página está na aba “”Get Started””.

Um cabo USB fornecido com a Ledger Nano S conecta o dispositivo ao computador. Ao ser reconhecido, o dispositivo pode ser selecionado nas opções da tela. A Ledger Nano S também apresenta uma tela intuitiva e fácil de ler com tecnologia OLED, que é visível até mesmo sob a luz do sol. Utilizar esse método de exibição simplifica as operações com o hardware de carteira, tendo em vista que exibe todas as informações relevantes de forma clara. O usuário pode escolher criar uma nova carteira na Ledger Nano S ou instalar uma carteira digital já existente. Após essa seleção, a carteira de hardware solicita a confirmação de uma senha. Esta deve ser digitada usando as teclas do dispositivo.

Recuperação de senhas

Na próxima etapa, para verificar casa senha, as duas chaves da Nano S devem ser colocadas simultaneamente. Se a confirmação da senha for bem-sucedida, o software exibe então o que é conhecido como palavras de recuperação de senha. Nessa ocasião, é muito importante anotar essas palavras de recuperação para caso a carteira precise ser restaurada posteriormente. Sem essas chaves de recuperação, o processo de restauração não seria possível. Além disso, essas palavras de recuperação oferecem um acesso irrestrito a sua carteira. Como esses dados não devem ser revelados a mais ninguém, é essencial ter cuidado e manter essas informações seguras. Quando tudo isso for feito, o próximo passo, o próximo passo é instalar os aplicativos na Ledger Nano S.

Instalando aplicativos

Para utilizar a Ledger Nano S, é necessário instalar a aplicação de carteira de criptomoeda no dispositivo. O download de todas as carteiras suportadas pode ser feito para as plataformas Windows, Linux e MacOS através do site do fabricante. Antes disso, é necessário fazer o download do Ledger Manager. Todo esse processo é muito conveniente e simples, capaz de ser completado de forma rápida e intuitiva. Atualmente, as carteiras de Bitcoin e Altcoin estão disponíveis. A Ledger Nano S também tem suporte para as carteiras de Ripple, Ethereum e o software autenticador de contabilidade. Essas opções acrescentam mais segurança as operações da Nano S. Além disso, se você deseja administrar DASH, Dogecoin ou Lightcoin, isso deve ser feito através da carteira de Bitcoin, a qual funciona com essas criptomoedas.

Utilizando o hardware de carteira

Incrivelmente simples e fácil, colocar a Ledger Nano S em operação é rápido e intuitivo. Em primeiro lugar, é preciso conectar o hardware da carteira ao computador. O pré-requisito para não ter erros na operação é que a carteira desejada tenha sido aberta anteriormente nesse computador em particular. Em caso afirmativo, a Ledger Nano S consegue detectar isso. Feito isso, você precisa pressionar os dois botões ao mesmo para abrir a carteira. Isso dá início a navegação e ao controle do dispositivo através das chaves. O usuário pode selecionar os itens “”Enviar”” e “”Receber”” no menu. Ao pressionar o botão de receber, aparece em exibição o código QR. Além disso, a chave pública também fica visível. Após essa etapas, já é possível enviar, receber e armazenas Bitcoins ou outras criptomoedas de forma segura com o uso da Ledger Nano S. Para fazer os envios, é preciso confirmar as chaves solicitadas. Só quanto estas são completadas corretamente que a criptomoeda será retirada de sua carteira e enviada ao receptor.

Desconectando o hardware de carteira

Quando todos os envios e recebimentos forem feitos, a Ledger Nano S exibe uma instrução de desconectar esse hardware. Primeiro, contudo, a carteira deve também ser fechada corretamente em seu software. Para fazer isso, procure no menu o item “”Quit App””. Então, confirme que você realmente fechou essa aplicação apertando as duas teclas do dispositivo simultaneamente. Ao fechar de forma definitiva, remova o cabo USB e guarde a carteira em segurança, pois isso é essencial. Sem uma conexão correspondente, o hardware de carteira não pode ser vítima da manipulação de terceiros ou roubos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bots não podem votar

4.8 / 5 Estrelas
749 comentários para Coin-Report.net submetidos.