Veröffentlicht: 04.03.2018

E se todas as criptomoedas fossem mineradas?

E se todas as criptomoedas fossem mineradas?

E se todas as criptomoedas fossem mineradas? – Esta é uma dúvida comum entre os investidores e especialistas.

Como o sistema de criptomoedas caracteriza-se pela incerteza e pouco entendimento em virtude de ser algo novo, ninguém pode fornecer uma resposta definitiva nem especular sem considerar um número de variáveis.

Para abordar a questão da forma mais abrangente possível, é importante entender os princípios e fundamentos da Bitcoin.

Considerando o número limitado de Bitcoins disponíveis, a mineração chegará ao fim especificamente quando atingir a marca de 21 milhões Bitcoins.

Segundo os especialistas, isto acontecerá por volta do ano 2140, presumindo que tudo vai ocorrer conforme o previsto.E se todas as criptomoedas fossem mineradas.

Até lá, espera-se um novo aumento em seu valor. Porém, a geração que atualmente investe na mineração não estará viva para ver o seu fim.

Ainda assim, a dúvida ainda permanece e os investidores e potenciais investidores querem saber o que o futuro nos reserva.

E se todas as criptomoedas fossem mineradas – Requisitos

O fato é que ninguém pode prever com certeza o que aconteceria exatamente, porque este momento ainda está muito distante para que possamos fazer uma previsão confiável.

Quando se trata de Bitcoin, é preciso considerar alguns cenários possíveis, como a regulamentação governamental, por exemplo. Também pode ser que o clima político internacional terá mudado drasticamente até 2140.

As duas condições para se atingir o número final de 21 milhões de moedas são o suprimento de energia consistente e a estabilidade política.

Existem vários cenários possíveis, porém não fiáveis, em vista da natureza imprevisível da criptomoeda, que se encontra no estágio inicial.E se todas as criptomoedas fossem mineradas.

Portanto, muitos investidores de mineração enxergam seus investimentos como uma estratégia de curto/médio-prazo, cuja visão para o futuro não passa de cinco anos.

1º Cenário: A Bitcoin vai se comportar como o ouro

Uma possibilidade é que a Bitcoin seja tratada de forma muito parecida como tratam o ouro.

Isto é corroborado pelo fato de que os economistas hoje já classificam a Bitcoin como “ouro digital”, isso porque, assim como o ouro, a Bitcoin não é usada como um meio de pagamento na vida cotidiana, mas é muito valiosa.

Se a Bitcoin realmente compartilha essas propriedades, provavelmente terá um valor muito mais elevado em 2140.

Nem todo cidadão possui ouro, da mesma maneira que nem todos possuirão Bitcoins no futuro. Os proprietários de Bitcoins do futuro serão os filhos dos atuais investidores de Bitcoins, que as receberão como herança.

Até mesmo a grandes empresas proprietárias de Bitcoins poderiam identificar o valor como capital próprio. Também é possível que o valor da Bitcoin aumente ainda mais.

Este é o melhor cenário para todos os investidores e proprietários de Bitcoins, presumindo que todas as outras criptomoedas não consigam alcançar o alto desempenho da Bitcoin.

2º Cenário: A Bitcoin vai ser tornar a moeda reserva

Outro cenário possível é a Bitcoin se tornar a moeda reserva. Isso pressupõe que todas as outras moedas vão continuar a se desenvolver fortemente até 2140, e que o dinheiro fiduciário, incluindo o euro e o dólar, perderão tração.

Neste caso, os bancos não terão mais o poder de impor os regulamentos que existem hoje, porque o sistema monetário internacional efetivamente ignoraria as instituições financeiras tradicionais.

Nesta teoria, a Bitcoin poderia assumir o papel de moeda reserva, pois terá provado sua estabilidade por mais de um século.

Alguns especialistas chegam ao ponto de prever que a Bitcoin se tornaria a moeda mundial. No entanto, outras criptomoedas têm se mostrado muito mais adequadas para o pagamento rápido na vida cotidiana.

Em contrapartida, muitas pessoas familiarizadas com a Bitcoin hoje já teorizam que a Bitcoin faz mais sentido como moeda reserva.

3º Cenário: A Bitcoin vai perder seu valor

Outra resposta possível à pergunta é que a Bitcoin perca seu valor quando as 21 milhões de Bitcoins forem mineradas. Àquela altura, seria possível que outras criptomoedas tenham superado a Bitcoin no mercado.

Não se deve esquecer que, embora a Bitcoin seja a moeda mais conhecida, ela está longe de ser perfeita. Atualmente, ela se beneficia de um alvoroço que, em 50 anos, outras criptomoedas poderão certamente criar e sustentar.

Já existem criptomoedas alternativas muito mais promissoras em muitos aspectos, especialmente no que se refere às transações de pagamento.

Dois ótimos exemplos são as moedas IOTA ou Stellar Lumens (XLM), rápidas e fáceis de implementar na vida cotidiana moderna.

Outro ponto a se considerar são as taxas de transação crescentes resultantes da mineração.

Estas aumentarão ainda mais drasticamente no futuro e, para muitos investidores, poderiam ser uma razão para procurar alternativas em breve e virar as costas para a Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *