Veröffentlicht: 27.02.2018

Dificuldade

O que significa a dificuldade de uma criptomoeda?

A dificuldade de uma criptomoeda refere-se à sua dificuldade atual de confirmar blocos. Esses blocos são necessários para o armazenamento de transações, porque somente desta forma é possível concluir e armazenar novas transações de modo irreversível.

Um nonce é necessário para completar um bloco, o que corresponde à dificuldade atual. Os computadores precisam gastar o seu poder de processamento disponível para resolver fórmulas matemáticas complexas. O resultado deste cálculo também é chamado de nonce.

Se este nonce for maior que a dificuldade atual, o bloco não pode ser escrito usando a função de hash, e as transações permanecem não confirmadas. Porém, quando o nonce se torna igual ou inferior à dificuldade, as transações pendentes são escritas em um bloco.

A dificuldade é uma constante ou uma variável?

A dificuldad é uma variável que se adapta ao poder de processamento atual. As criptomoedas modernas dependem especificamente de uma grande dinâmica para ajustar a dificuldad, de modo que seja ajustada assim que cada bloco estiver completo.

Entretanto, no caso das criptomoedas mais antigas como a Bitcoin, o ajuste só ocorre a cada 14 dias, para que as mudanças fiquem mais visíveis para os mineradores. Além disso, a dificuldad atual depende o poder de processamento na rede, já que uma alta capacidade computacional corresponde a um alto grau de dificuldad.

Isto significa que a crescente popularidade e vontade de se operar plataformas de mineração aumenta a capacidade computacional e, portanto, a dificuldad dentro da rede. Para ter maiores chances de sucesso, cada vez mais mineradores estão recorrendo aos pools de mineração ou às arquiteturas de mineração em nuvem, que oferecem maior poder de processamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *