Veröffentlicht: 27.02.2018

Dash

O que é Dash?

A criptomoeda Dash foi fundada em 2014, época em que ainda era negociada com o nome XCoin. Um mês depois, ela foi renomeada como Darkcoin e tem sido chamada de Dash desde 2015. Como o intuito era superar a Bitcoin, a primeira moeda lançada no mercado, surgiu a necessidade de melhorar algumas deficiências notáveis da moeda digital.

Como resultado, transações mais rápidas e melhor proteção aos dados pessoais tornaram-se os fatores fundamentais da Dash.

Masternodes

A principal diferença em relação à Bitcoin é a utilização dos chamados Masternodes. A Bitcoin baseia-se no princípio de que uma rede de computadores privadas realiza todos os cálculos necessários. Isso se aplica a transações, à criação de carteiras, ou outras tarefas administrativas que mantêm o funcionamento da rede Bitcoin.

Aqueles que oferecem poder de processamento são recompensados em moedas, o que explica o uso da mineração. A Dash também utiliza a mineração, mas não opera todas as tarefas na rede. Para as funções PrivateSend e InstantSend, bem como para as tarefas administrativas, são usados apenas os chamados masternodes.

PrivateSend e InstantSend

Em suma, o recurso PrivateSend disfarça as transações individuais. Ele coleta, troca e finalmente paga pelas transações com masternodes, independentemente da transação original enviada. Este pagamento misturado será finalmente codificado no blockchain.

O blockchain é um sistema descentralizado de contabilidade que registra todas as transações de uma criptomoeda e serve para verificação. Isto dificulta o rastreamento das transações.

O recurso InstantSend permite a realização de transações instantâneas que pulam a etapa de verificação por meio da rede de mineração. Para tanto, os Masternodes devem confirmar a transação. Caso surja algum conflito neste processo, o método de verificação clássico é utilizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *